Cerco a S.Bento


Este não é o nosso Orçamento!

É cada vez mais evidente - a não ser para um governo que segue fanaticamente, e sem olhar a meios, o programa da Troika - que este caminho não nos serve. Temos saído repetidamente à rua para exigir que sejamos ouvidos, para mostrar que estamos indignados com tanta insensibilidade social e com tantos jogos políticos que conduzem sempre ao mesmo resultado: mais pobreza, mais desemprego, mais precariedade, mais desigualdade social, mais austeridade, menos futuro! Saímos à rua porque é nela que mora a última esperança de liberdade quando os governos se tornam cegos, surdos e mudos face às justas exigências de igualdade e justiça social. Saímos à rua porque estes governos apenas se preocupam com a aplicação suicida de políticas pensadas para proteger os mais ricos e os interesses financeiros. Voltaremos a sair à rua em Portugal, em Espanha, na Grécia e em tantos outros lugares pelas mesmas razões essenciais: queremos uma economia virada para as pessoas, uma democracia com direitos para todos e todas sem discriminações e um planeta onde possamos coexistir de forma sustentável e cooperante.

Se o povo quiser, o povo decide, por isso vamos para a rua a 15 de Outubro dizer de forma clara e definitiva que recusamos o retrocesso social imposto, que este não é o caminho e que queremos uma vida digna. Queremos recuperar a nossa responsabilidade sobre o nosso futuro. Governo para a rua já!

Em Portugal, como em Espanha, cerquemos o Parlamento!

A subscrição encontra-se aberta a mais coletivos, até ao momento os  subscritores são os seguintes: 
ATTAC Portugal
Comité para a Anulação da Dívida Pública Portuguesa (CADPP)
Comité de Solidariedade com a Palestina
Colectivo de estudantes "O Grito" - FCSH
Colectivo Mumia Abu-Jamal
Indignados Loulé
Movimento 12 de Março (M12M)
Movimento de Professores e Educadores (3R´S)
Movimento Sem Emprego (MSE)
Panteras Rosa - Frente de Combate à LesBiGayTransfobia
Plataforma 15 de Outubro
Portugal Uncut
Rubra
Socialismo Revolucionário
Tertúlia Liberdade

Sem comentários:

Publicar um comentário